• 07 Mar 2022

Projeto Nota Mil realiza roda de debates

O projeto Nota Mil realiza um especial Dia da Mulher. Os eventos acontecem nos próximos dias 08 e 11 de março, com uma roda de debate entre os professores, convidados e os alunos.

A duração do debate é de 90 minutos, das 14h30 às 17h30, com análise das problemáticas do tema e perspectivas históricas, filosóficas, sociológicas, literárias, jurídicas, artísticas e bases estatísticas.

No dia 08 de março o debate acontecerá no auditório da unidade Jatiúca e tem como convidada Wanessa Vieira. Já no dia 11 de março será no auditório da Unidade Farol, com Teca Nelma.

Sobre as convidadas

Wanessa Vieira é professora da rede estadual de Alagoas, cientista social (licenciatura e bacharelado) com ênfase em Sociologia pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL), com pós-graduação em educação e meio ambiente, pelo Ifal Campus Marechal Deodoro. Wanessa é comprometida com as lutas sociais e combate das opressões femininas.

Já Teca Nelma, desde muito nova, ainda no Ensino Fundamental em Maceió, começou como representante de turma e assim seguiu por 7 anos, até o Ensino Médio. Foi nos jogos internos, disputa entre alunos da instituição, que Teca se destacou ao tomar a frente e mobilizar alunos para arrecadar toneladas de alimentos para ONGs da cidade.

Em 2015, aos 16 anos, partiu para Kingston, no Canadá, por seis meses para fazer parte do Ensino Médio e aprimorar o idioma inglês. Teca sempre foi muito consciente de seus privilégios e desenvolveu muito cedo seu papel como militante e feminista.

Já em 2016, foi aprovada no curso de Relações Internacionais pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Ainda na faculdade, Teca colocou-se à frente de movimentos estudantis, como o Diretório Acadêmico (DCE) .Quando sua mãe, Tereza Nelma, foi eleita  Deputada Federal, mudou-se para Brasília para acompanhá-la e transferiu sua faculdade para a Universidade de Brasília, dando continuidade ao seu curso de Relações Internacionais.

Além do desejo de dar continuidade do trabalho desenvolvido ao longo dos últimos anos pela sua mãe, Tereza Nelma, em Maceió, que sempre foi referência nos cuidados com a minoria e também presidente da Pestalozzi, Teca luta pela causa animal. Vegetariana há 5 anos, sempre esteve engajada com ONGs que realizavam resgates e também os faz por conta própria. Aos 21 anos, Teca Nelma foi eleita vereadora por Maceió e a mais jovem dentre as mulheres de Alagoas. Dentro da Câmara Municipal, segue na defesa dos direitos humanos e das minorias excluídas.

Comentários